Buscar
  • Monica Teófilo

Mindset de Aprendizagem

#autoconhecimento #mindset #vulnerabilidade #aprendizagem


Passei o dia todo ouvindo sobre mindset de crescimento, mindset fixo e mindset essencial. Um grupo com 46 pessoas da área de RH de uma das empresas mais admiradas do mundo.

Durante o dia, me perguntei muitas vezes, onde fica e se encaixa o mindset de aprendizagem? O que precisamos ter, vivenciar ou provocar para ativar esse mindset nas pessoas?

Fui buscar a etimologia da palavra mindset. Segundo o wikipedia o termo se refere a uma predisposição psicológica que uma pessoa ou grupo social têm para determinados pensamentos e padrões de comportamento, referindo-se ainda à maneira como nações inteiras se conduzem ideologicamente.

Pelo dicionário informal é a linha de raciocínio que direciona a vida das pessoas. É a percepção da realidade que temos sobre nós mesmos, assim cada um vive dentro da sua realidade.

Diante disso, como transformar um modelo mental de aprendizagem?

Faço um resgate às formações pelas quais passei e percebo que preciso desafiar um padrão de ensino – aprendizagem, no qual durante 1/3 da minha vida, pelo menos, eu fui passiva diante do conhecimento que alguém sempre mais sábio que eu tinha para me passar. Um longo período no qual eu terceirizei a responsabilidade do que aprender sem me empoderar efetivamente do que eu queria ou precisava aprender.

Essa necessidade só me surgiu na vida adulta, quando passei a questionar meus caminhos e a encontrar meus desejos em fazer coisas novas.

Pronto, tive que desafiar agora o mindset do conforto. Do quentinho. Do certo.

Diante de um mundo de possibilidades, tive que enfrentar o que eu entendo ser a segunda etapa para um mindset de aprendizagem que é o mergulho em si mesmo. O mergulho no autoconhecimento.

Citando Ana Holanda no livro Escrita Afetuosa: “...É necessário buscar um saber que nasce num lugar que não é a sala de aula, não é nos livros, nem, nos títulos que a gente acumula com um orgulho volátil. O saber mais lindo é o da vida, da sua presença no mundo, da sua intensidade em tudo isso. E, principalmente, na crença de que aquilo que nasce no coração tem um valor enorme”.


E olha que sou uma consumidora voraz de livros. E em nenhum deles consegui aprender o que é encarar a si mesmo e principalmente, estar presente para sentir aquilo que nasce no coração. Encontrar o que nasce no coração exige presença e para praticar o mindset de aprendizagem consigo mesmo, exige coragem para expor sua vulnerabilidade. Porque crescer, é o aspecto mais natural que existe, e muitas vezes dói.


Uma vez superado a dor, vem o que eu entendo ser a aprendizagem em si. Que faz brotar a curiosidade que nos leva à jornada. Porque mindset de aprendizagem é uma jornada convicta rumo ao desconhecido, que abre portas infinitas de possibilidades de crescimento.


09/12/2019


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 

©2020 por TEÓ Pensamento Sistêmico.